Preciso declarar o Imposto de Renda em 2019 ?

Atualizado: 12 de Mar de 2019

Segundo as regras da Receita Federal, está obrigado a entregar a declaração dos fatos ocorridos em 2018 o contribuinte que teve uma ou mais das situações a seguir:



· Recebeu, em 2018, rendimentos tributáveis que somaram mais de R$ 28.559,70. Rendimentos relacionados a trabalho, aluguéis, pensões e benefícios se encaixam nessa categoria;


· Possuía, em 31 de dezembro de 2018, imóveis, veículos e outros bens acima do valor de R$ 300 mil;


· Obteve ganho de capital na venda de imóveis, veículos e outros bens sujeitos ao IR;


· Recebeu rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00;


· Atividade rural: obteve receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 ou pretenda compensar, no ano-calendário de 2018 ou posteriores, prejuízos de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2018;


· Passou à condição de residente no Brasil e encontrava-se nessa condição em 31/12/2018;


· Quem optou pela isenção do Imposto sobre a Renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais localizados no país, no prazo de 180 dias, contado da celebração do contrato de venda.


NOVIDADES:


- É obrigatório informar o CPF DE todos os DEPENDENTES desde a data do nascimento;


- A informação do registro dos imóveis – matrícula, área, IPTU, e o RENAVAN dos veículos, continuam sendo opcional.


DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA DECLARAR IR 2019 ANO BASE 2018


1) Documentos pessoais, CPF, título eleitor, endereço atualizado, número benefício INSS se houver (para quem for declarar pela primeira vez);

2) Cópia da declaração de 2018 e o recibo se houver;

3) Relatório dos rendimentos do ano (de todas as fontes de renda inclusive benefícios recebidos, tais como: salários, pró labore, distribuição de lucros, aposentadoria, pensão, aluguéis recebidos de pessoa jurídica.;

4) Cópia matrículas dos imóveis e terrenos (se houver);

5) Cópia documentos veículos (se houver)

6) Extratos bancários próprios para declarar o IR com os saldos e empréstimos em 31/12/2018;

7) Relatório da movimentação rural de vendas (emitida na Prefeitura com totais por mês para os produtores rurais);

8) Recibos emitidos no ano para os profissionais liberais autônomos;

9) Notas de despesas e ou livro caixa (autônomo e produtor rural);

10) Cópia documentos dependentes sem renda;

11) Despesas com médicos, dentista, escola (recibos e ou notas fiscais com identificação do CPF e ou CNPJ);

12) Extrato previdência privada (se houver).

13) informações e documentos de dívida e ônus contraídos e/ou pagos no ano de 2018;

14) recibos de pagamentos ou informe de rendimento de plano ou seguro saúde (com CNPJ da empresa emissora e a indicação do paciente);

15) despesas médicas e odontológicas em geral (com CNPJ da empresa emissora ou CPF do profissional, com indicação do paciente);

16) comprovantes de despesas com educação (com CNPJ da empresa emissora com a indicação do aluno);

17) recibos eleitorais de doação a candidato político também devem ser declarados.


Obs.

a) Para os produtores rurais com movimentação superior a R$ 142.798,50 ano, é importante preencher o livro caixa rural eletrônico, faça uma consulta que podemos orientar.

b) Para os profissionais liberais autônomos é necessário preencher o carnê leão /caixa eletrônico.

96 visualizações
 

Seg à Sex 07:30 – 12:00

               13:00 – 18:00

Rua Felipe Schmidt, 2142, Ouro-SC